Opinião

O grito “black lives matter” que se ouve nas ruas dos EUA, é um grito de luta contra o racismo. A sua luta é internacional e merece toda a nossa solidariedade. Mas essa luta tem adversários poderosíssimos.

Adere ao Bloco

Destaque

O Bloco de Esquerda considera que, perante a grande incerteza em relação à evolução da epidemia nos Açores, todos os cenários têm que ser equacionados na preparação do próximo ano letivo: “Não podemos ser apanhados de surpresa. É preciso existirem planos de contingência e recursos materiais e humanos para responder aos diversos cenários”, disse hoje António Lima, numa audição ao secretário regional da Educação e Cultura no parlamento, por iniciativa do BE.

O Bloco de Esquerda considera que o apoio ao emprego, o reforço do investimento público, o reforço dos apoios sociais e a reconversão de emprego são as prioridades para dar resposta à crise provocada pela pandemia.

Notícias

“A precariedade não pode ser uma alternativa ao desemprego”, afirmou o deputado Paulo Mendes, do Bloco de Esquerda, que considera fundamental “manter e criar emprego com rendimento digno para relançar o consumo e a economia, e revitalizar a atividade empresarial e evitar falências”.

O Governo Regional não está a cumprir as exigências de transparência do sistema de incentivos às empresas Competir+, fazendo com que seja impossível de aferir, através do relatório anual, se as medidas de combate à precariedade aprovadas por iniciativa do Bloco de Esquerda estão a ser cumpridas.

A Comissão de Ilha do Bloco de Esquerda da ilha Terceira propôs às câmaras municipais de Angra do Heroísmo e da Praia da Vitória para que assinalem o dia “Dia Mundial de Luta contra a Homofobia e Transfobia”

O parlamento dos Açores aprovou hoje por unanimidade um projeto de resolução do Bloco de Esquerda que recomenda ao Governo Regional o reforço das medidas de proteção às vítimas de violência doméstica, um flagelo social com grande impacto nos Açores que o confinamento a que as famílias estão sujeitas pelo combate à pandemia de covid-19 pode tornar num problema ainda maior.

Dossiers

Assina