Opinião

O Bloco de Esquerda tem uma posição única entre os partidos políticos nos Açores no que respeita ao mar. Já apresentamos uma anteproposta de lei na ALRAA para alterar a atual legislação sobre o mar, para que sejam os Açores a decidir sobre o mar que o rodeia. Pela voz do Pedro Filipe Soares e da Catarina Martins ficaram os açorianos/as com a certeza que o Bloco defende, nos Açores e em Lisboa, que o mar dos Açores deve ser gerido pelos Açorianos/as.

No documento central VI Convenção do Bloco de Esquerda/Açores fica claro que os Açores têm todas as condições para serem uma região próspera, com uma economia desenvolvida e capazes de se tornarem um pólo de atracão para um dos sectores económicos que mais cresce no mundo: a biotecnologia.

Adere ao Bloco

Destaque

A proposta do Bloco de Esquerda que recomendava a contagem de todo o tempo de serviço dos professores dos Açores, e que recomendava o início das negociações com os sindicatos da Região para definir o modo e o faseamento do descongelamento, foi rejeitada hoje no parlamento, com os votos contra da maioria absoluta do PS.

Se a Cofaco não concretizar a construção de uma nova fábrica na ilha do Pico, o Governo Regional – que sempre deu o investimento como garantido – terá que assumir a responsabilidade política pelo incumprimento das expectativas criadas não só junto das trabalhadoras despedidas, mas em toda a população da ilha.

Notícias

“Quase 40 anos depois de ter metido o socialismo na gaveta, o PS resolveu meter a Autonomia no bolso”. A acusação é da deputada Zuraida Soares, que, no debate de urgência realizado hoje por iniciativa do BE, se referia ao facto de o Governo Regional se recusar a exercer a Autonomia para garantir aos professores da Região a reposição integral do tempo de serviço congelado.

O Bloco de Esquerda lamenta que o PS continue sem concretizar as obras de requalificação da estrada entre as Furnas e a Povoação, prometidas pela primeira vez em 2007, por Carlos César, e que chegou mesmo a ser inscrita no Plano Anual Regional de 2007, e na Carta das Obras Públicas para os anos de 2013 a 2016.

Com a mineração em mar profundo, “ecossistemas que foram desenvolvidos ao longo de milhares de anos podem, de um momento para o outro, desaparecer, a troco do favorecimento do sector privado”. O alerta foi deixado por Raul Bettencourt, investigador na área de biomateriais de origem marinha, que foi convidado a proferir uma comunicação na VI Convenção Regional do BE/Açores.

António Lima é o novo coordenador do Bloco de Esquerda Açores, que substitui Zuraida Soares e Paulo Mendes. Na sessão de encerramento da VI Convenção Regional do partido, que se realizou este fim-de-semana em Ponta Delgada, o agora líder do BE/Açores apontou o combate ao desemprego, à pobreza e à precariedade como uma prioridade, e defendeu caminhos para uma economia diferente: “Uma economia capaz de criar mais valor acrescentado, uma economia que pague melhores salários, sendo assim capaz de atrair os jovens desta região que para fora vão estudar e não voltam, uma economia capaz de atrair emprego qualificado”.

Dossiers

Assina