Author Bios

Opinião:

  • Exactamente na altura em que mais olhos se concentram nas potenciais riquezas do nosso mar, é exactamente a altura em que os Açores (apesar de toda a propaganda vigente) estão mais desprotegidos de pessoas e de instrumentos, capazes de fazer valer os nossos interesses.

  • O BE apresentou ao presidente do Governo Regional um conjunto de políticas alternativas concretas no âmbito do Orçamento para 2019. Uma Região com défice e dívida pública exemplares só precisa de vontade política para fazer diferente.

  • Poderá a secretária regional da Solidariedade Social explicar qual é a diferença, no porta-moedas dos e das pensionistas, entre ‘cortar’ e ‘suspender’ o Complemento Regional de Pensão?

  • No documento central VI Convenção do Bloco de Esquerda/Açores fica claro que os Açores têm todas as condições para serem uma região próspera, com uma economia desenvolvida e capazes de se tornarem um pólo de atracão para um dos sectores económicos que mais cresce no mundo: a biotecnologia.

  • O Governo já concertou posições com o patronato, os trabalhadores e trabalhadoras é que não viram nada de concreto! É o costume, governo e patrões alinhados e os trabalhadores desalinhados.

  • 2557 dias trabalhados só podem significar 2557 dias contados, nas vidas e nas carreiras dos/as professores/as!

  • Nos  últimos tempos, temos assistido a cenas políticas pouco dignificantes, e nada éticas, por parte do Governo da República.

  • Não estamos só a falar de descriminação, ou de desigualdade, ou de menorização do trabalho feminino: Não, não! No caso das trabalhadoras da Cofaco, estamos é mesmo a falar de EX-PLO-RA-ÇÃO laboral, pura e dura!

  • O presidente do Governo Regional diz que "só em parceria, com uma aliança de vontades, é que será possível vencer os desafios que temos à nossa frente e levar os Açores por diante”, mas o fosso entre o seu discurso e a sua prática política é enorme.

  • A cerca de 15 meses do fim da legislatura, continua a haver muitas promessas do Governo da República por cumprir nos Açores. Com amigos destes...