Share |

O Porto da Horta e a teimosia do Partido Socialista

Gosto pouco de, por igual motivo, voltar ao mesmo assunto porque, talvez por defeito meu não me tenha feito entender, ignoraram por maldade o que escrevi, ou são de tal forma politicamente hipócritas que querem fazer passar as pessoas por parvas.

Então, terei de repetir algo do que já disse e citar novamente o que outras pessoas escreveram. Já afirmei, e ninguém me desmentiu, que nunca foram divulgados os testes que permitiram o encolhimento e reorientação da obra do cais norte da baía. Volto a citar o que escreveu o Eng. Ângelo Andrade: “Os sucessivos pareceres emitidos pelos técnicos ligados às obras de engenharia hidráulica, à exploração e gestão portuária sempre foram ignorados por quem tinha poderes de decisão na matéria”.

E digo mais, o LNEC já se mostrou disponível para auditar o sucedido. Ora bem, aqui reside outro problema. Eu ouvi as declarações do deputado do PS pela Ilha do Faial, e ele afirma que o LNEC fez os testes. Ou estão a falar de testes diferentes, ou alguém está enganado porque não seria lógico o LNEC se auto auditar, nem o LNEC se prestaria a tal.

O Partido Socialista Açores já nos habituou a esta prática pouco digna de “entalar” os seus deputados pelo Faial em vez de, como Governo, assumir as decisões que, deliberadamente e cada vez mais, nos reduzem à ínfima espécie. Lembremo-nos do exemplo aterrador de Alzira Silva a ter de explicar o inexplicável motivo do encolhimento do cais norte e o da deslocalização da Rádio Naval para São Miguel. Recordemos, mais recentemente, Lúcio Rodrigues a gaguejar a justificação do encerramento da escola do Salão.

E vejam como eles passaram, ajoujados, e, de seguida relegados para a prateleira do anonimato.

Missão cumprida.

Já lá diz o ditado: “Quem muito se abaixa…”