Share |

Juízes e Dirigentes Desportivos

Em jeito de antevisão imprevista, na minha crónica da semana passada, manifestei o meu desagrado pela forma vexatória como a maioria dos comentadores pseudodesportivos em mesas redondas (com bestas quadradas) nos ocupam grande parte dos canais televisivos com disparates sobre futebol, eis senão quando rebenta novo escândalo de corrupção, ligado à mesma área desportiva – que de desporto já pouco tem – o futebol.

De escândalo em escândalo – Apito dourado, Lex, Pintos, Vieiras, Brunos, etc. – até ao escândalo final: “Juízes investigados e constituídos arguidos”!!!? Mas isto passa pela cabeça do mais comum mortal? A Justiça, a nossa salvaguarda, a ser investigada por corrupção!?

Em boa verdade temos os melhores praticantes de futebol e os mais corruptos dirigentes desportivos, os melhores cérebros tecnológicos e os piores apoios ao conhecimento e à investigação científica, exportamos o melhor e consumimos o pior, temos uma das melhores zonas oceânicas e os outros é que a exploram, os melhores terrenos transformados em pastagens, mas importamos hortícolas, …

Em boa verdade conseguiram formatar-nos para a cultura da mesquinhice, do compadrio, do tráfico de influências, da trafulhice, do desenrasca, do privilégio da mediocridade colaborante em detrimento da inteligência e da capacidade interventiva.

Ao longo da semana de trabalho, querem-nos mansos como cordeiros, preparados quanto baste para o esforço braçal, com o máximo de horas de trabalho seguidas de “reality shows” televisivos e telenovelas a rodos até ao adormecimento no sofá. Ao fim de semana, querem-nos a discutir o vizinho do lado em vez dos problemas sociais e económicos comuns. Enfim, querem-nos fisicamente fortes e mentalmente estúpidos.