Share |

“PS e PSD têm medo da decisão da população sobre a incineração”

PS e PSD impediram a população da Ribeira Grande de escolher livremente se quer, ou não, ter uma central de incineração de lixo na ilha de São Miguel. Na Assembleia Municipal realizada ontem, os dois partidos votaram contra a proposta do Bloco de Esquerda que defendia a realização de um referendo local sobre a incineração.

Luís Carlos Brum, deputado municipal do BE na Ribeira Grande, acusa PS e PSD de terem medo da decisão que os munícipes pudessem tomar: "Mais uma vez, são os políticos que decidem tudo e, mais uma vez, é retirada a oportunidade às populações para se pronunciarem sobre uma questão tão sensível".

Se a proposta do BE fosse aprovada, os ribeiragrandenses teriam que responder à seguinte pergunta “Concorda que os órgãos do Município da Ribeira Grande sejam favoráveis à concepção e construção de uma incineradora de resíduos na Ilha de S. Miguel?”.

A mesma proposta – para a realização de um referendo local sobre a incineração – foi entregue também em Ponta Delgada, e deve ser discutida em breve, não havendo ainda data confirmada para a reunião da Assembleia Municipal que irá decidir sobre este assunto.

O Bloco de Esquerda informa que o deputado municipal Luís Carlos Brum prescindiu da senha de presença na reunião, tendo em conta que foi convocada extraordinariamente apenas para debater este assunto.

O Bloco de Esquerda insiste numa solução para os resíduos que passe pelo tratameno mecânico e biológico – uma solução mais sustentável em termos ambientais, económicos e de saúde pública, e que cria mais postos de trabalho – em detrimento da incineração.