Share |

Apoios às pessoas e processos de reconstrução após furacão têm que ser prioridade

O Bloco de Esquerda manifestou hoje solidariedade para com todas a pessoas afetadas pelo furacão Lorenzo – que irá condicionar a vida de muita gente durante muito tempo – e considera que a atenção que está a ser dada a este assunto por parte das entidades públicas não pode diminuir até ser reposta a normalidade: “os apoios às pessoas e os processos de reconstrução não podem ficar presos em processos burocráticos e arrastar-se no tempo”, frisou o deputado António Lima.

O líder do BE garantiu manifestou ainda a disponibilidade para, caso seja necessário, aprovar legislação excecional para agilizar processos de contratação pública, nomeadamente sobre a reconstrução do porto das Lajes das Flores, que se revela a questão de maior gravidade.

António Lima aproveitou também o debate realizado esta manhã no parlamento para saudar todas as entidades públicas envolvidas na prevenção e na resposta às consequências do furacão.

O deputado partilhou ainda preocupações que foram transmitidas ao grupo parlamentar do BE nas últimas semanas, relacionadas com a falta de capacidade de transporte em contentores de frio para as Flores, a falta de alimentação para o gado – nomeadamente no Faial –, e com o futuro de vários trabalhadores precários da Portos dos Açores que trabalham no porto das Lajes da Flores.