Share |

BE alerta para falta de produtos nas Flores e critica falta de informação sobre próximo abastecimento

 

O Bloco de Esquerda alerta para a situação de falta de produtos nos estabelecimentos comerciais das Flores e defende que deve ser equacionado o abastecimento urgente por via aérea de bens alimentares e de primeira necessidade, enquanto o navio Malena não iniciar a sua atividade.

O último abastecimento de mercadoria à ilha das Flores por via marítima foi realizado no passado dia 13 de dezembro, e apesar de estar prevista a chegada do navio Malena a Ponta Delgada amanhã, a programação do transporte de mercadoria para a llha das Flores, que o Governo colocou no seu portal na internet para que os comerciantes pudessem acompanhar a evolução da situação, não indica quando será a próxima viagem. Aliás, a última atualização desta página – que devia acontecer todas as semanas – foi há quase um mês, no passado dia 13 de dezembro.

O BE quer que o Governo Regional informe de imediato os comerciantes e a população das Flores sobre quando chegará o navio Malena às Flores com mercadoria.

A secretária regional das Obras Públicas e Transportes disse recentemente que o abastecimento de mercadorias ao Grupo Ocidental “é uma preocupação do Governo todos os dias”, mas a verdade é que o Governo não tomou as medidas necessárias para evitar a situação de escassez de produtos nos estabelecimentos comerciais que já se verifica, principalmente ao nível de produtos frescos e congelados.