Share |

BE alerta para perigo no acesso à freguesia da Fajãzinha nas Flores

O Bloco de Esquerda alerta para o perigoso estado de conservação em que se encontra o único acesso à freguesia da Fajãzinha, na ilha das Flores, e denuncia o desleixo do Governo Regional, que nunca efectuou qualquer obra de reabilitação – limitou-se à limpeza – no ramal de acesso à freguesia, que foi destruído no seguimento da intempérie que assolou a ilha há quatro anos e meio.

“Depois da intempérie foi aberto um novo acesso à freguesia, com recurso ao desmoronamento de muros que serviam para delimitar terrenos, e quatro anos após tal intervenção, os resíduos resultantes do desmoronamento provocado, para abrir o acesso à freguesia, continuam nos terrenos e os muros que deveriam ter sido reerguidos ainda não o foram”, aponta o Bloco de Esquerda num requerimento enviado hoje ao Governo Regional.

Tendo em conta que o antigo ramal de acesso, assim como o novo acesso à freguesia encontram-se em mau estado de conservação, e que o novo acesso apresenta um declive muito acentuado, e que os resíduos dos muros derrubados tornam a circulação perigosa, o BE quer saber para quando está prevista a limpeza dos resíduos resultantes dos desmoronamentos provocados pela abertura do novo acesso à freguesia, assim como a construção de novos muros.

“Para quando estão previstas as obras de reabilitação que possibilitem a abertura ao trânsito, tanto no antigo ramal como no novo acesso?” é a outra pergunta que o BE faz ao Governo Regional.