Share |

BE quer EUA a assumir todos os danos provocados pela utilização da Base das Lajes

Catarina Martins, coordenadora do Bloco de Esquerda, diz que está na hora de obrigar os Estados Unidos da América a pagar pelos danos ambientais provocados pela utilização militar da Base das Lajes, pagar os custos da regeneração urbana das zonas utilizadas, e pagar compensações pela destruição de emprego provocada, à semelhança do que foi feito noutros países em que os EUA fecharam bases militares.

A líder nacional do BE esteve hoje na ilha Terceira, e em declarações aos jornalistas salientou que a presença militar norte-americana na Base das Lajes é responsável pela inviabilização de vários projetos de desenvolvimento económico que foram anunciados para a Praia da Vitória e posteriormente abandonados.

No final de uma visita que incluiu reuniões com a Câmara Municipal da Praia da Vitória, Comissão de Trabalhadores da Base das Lajes e uma visita ao campus da Universidade dos Açores em Angra do Heroísmo, Catarina Martins defendeu que os governos dos Açores e da República têm que ser mais claros quanto ao que pretendem para o futuro da Base das Lajes, e considerou “um desperdício” as oportunidades de desenvolvimento económico abandonadas por causa da utilização militar do aeroporto das Lajes.

O Governo da República não pode ficar “preso a promessas sempre quebradas de congressistas norte-americanos” que anunciam soluções só para agradar à sua base eleitoral, “é preciso é ter um projeto claro e uma posição negocial firme que nos permita exigir aos EUA que paguem aquilo que estragaram”.