Share |

BE quer RTP Açores com maior orçamento e com presença em todas as ilhas

O Bloco de Esquerda salienta o papel fundamental da RTP Açores para a coesão regional e defende que a estação de rádio e televisão da Região deve ter autonomia financeira, com um orçamento próprio, que permita estar presente em nove ilhas, realizar investimentos e aumentar produção própria.

A atual falta de correspondentes em várias ilhas do arquipélago é uma preocupação de António Lima, cabeça-de-lista do BE pelos Açores à Assembleia da República, que defende que a RTP “tem que ter correspondentes nas ilhas onde não existem delegações, e tem que dar segurança e estabilidade a estes profissionais”.

António Lima salienta que a televisão e rádio não se fazem “sem pessoas”, por isso insiste na regularização de todas as situações que ainda persistem de precariedade: “Quem dá uma parte da sua vida à RTP Açores tem que ter um contrato de trabalho e os seus direitos salvaguardados”.

Após uma visita às instalações da RTP Açores em Ponta Delgada e de uma reunião com a direção da televisão regional, António Lima considerou ainda ser necessário “concluir os investimentos em equipamentos” e alertou para a importância da produção de conteúdos próprios, que digam respeito à vida dos açorianos.

“A RTP Açores é um dos pilares da Autonomia”, salientou o candidato.