Share |

BE receia que nova fábrica da Cofaco no Pico seja “farsa para ganhar tempo”

O Bloco de Esquerda tem muitas dúvidas sobre a intenção da Cofaco de construir uma nova fábrica no Pico, e espera que este anúncio não seja só “uma farsa para tentar ganhar tempo e acalmar as pessoas”, disse hoje o deputado António Lima depois de reunir com o presidente da autarquia da Madalena, o presidente da ACIP e os delegados sindicais da Cofaco.

“Esperemos que o Governo Regional não esteja a ser cúmplice num processo que tem muito pouca credibilidade”, e que o anúncio da construção de uma nova fábrica não seja apenas “uma história para entreter”.

O Bloco de Esquerda considera “lamentável e revoltante” a forma como a Cofaco esta a tratar estas 162 pessoas, que foram a fonte rendimento da empresa durante muitos anos, tendo o deputado do BE recordado que a empresa podia evitar o despedimento coletivo, mantendo o vínculo dos trabalhadores à empresa e mantendo os seus direitos.

António Lima acusa o Governo Regional de estar a ser porta-voz da empresa em vez de defender os interesses dos trabalhadores e os interesses da Região, e considera que têm que ser exigidas contrapartidas a uma empresa que recebeu “tantos milhões de subsídios públicos durante tantos anos”.

“O apoio público às empresas não pode ser um cheque em branco”, disse o deputado do Bloco, que defende que estes apoios devem obrigar a empresa a “contrapartidas que garantam segurança e qualidade no emprego que criam”.