Share |

Parlamento aprova protesto do BE que condena decisão de Trump sobre Jerusalém

Por iniciativa do Bloco de Esquerda, o parlamento dos Açores aprovou por unanimidade um protesto pelo reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel por parte dos Estados Unidos da América. O BE considera que esta atitude do presidente norte-americano, Donald Trump, “atenta contra todos os esforços de paz” e perpetua o conflito israelo-palestiniano.

O voto do BE considera que “só o cumprimento do Direito Internacional e a negociação política conduzirão a uma decisão quanto ao estatuto final da cidade e a uma solução pacífica do conflito entre Israel e a Palestina”.

Jerusalém é considerada sagrada por cristãos, judeus e muçulmanos, e é por isso que a ONU tem recomendado que o estatuto Jerusalém seja negociado entre israelitas e palestinianos.