Fevereiro 11, 2013 02:01 PM

É legítimo exigir que a mais dinheiro saído dos nossos bolsos, corresponda uma maior qualidade dos serviços públicos prestados. Escandalosamente, tal não é o caso. Bem pelo contrário: quanto mais dinheiro nos roubam, menos nos dão em troca.

Fevereiro 5, 2013 05:16 PM

A base das Lajes continua a 'destruir' emprego, em vez de o criar, o que é lamentável, quando poderíamos rentabilizar a tal posição geoestratégica de outras formas que criariam mais e melhor emprego e que não dependem de fins militares, com ou sem norte-americanos.

Fevereiro 4, 2013 06:30 PM

O rumo a que as instituições nacionais e internacionais nos levam não é louvável, mas antes altamente reprovável: a espiral recessiva traduz-se em mais exploração, menos rendimento disponível, menos proteção social, mais desemprego, mais acumulação de riqueza em alguns, menos Estado, mais privatizações, menos serviços públicos, menos solidariedade social e mais “caridadezinha”.

Fevereiro 4, 2013 06:21 PM

O aumento do salário mínimo regional é, praticamente, indiferente aos cofres públicos e, para as empresas, quase insignificante. Ao mesmo tempo, um aumento extraordinário de 15 euros, nas pensões mais baixas, significa (por ano) um custo de 6 milhões de euros para os cofres públicos.

Janeiro 30, 2013 04:55 PM

O governo da República e os seus parceiros da especulação financeira montaram uma operação cosmética de pura propaganda para presentear o clã dos “bons rapazes” a soldo dos mercados financeiros, num momento em que a evidência do rotundo falhanço da política de direita se revela avassaladora.

Janeiro 28, 2013 12:19 PM

Deixem lá os foguetes e as hossanas e pensem no seguinte: o desemprego vai continuar a aumentar, todos os dias; os salários e as pensões vão continuar a ser esmifrados, até serem uma sombra do que foram; os impostos colossais são para continuar; as falências são cada vez mais inevitáveis, porque ninguém tem dinheiro para comprar o que elas vendem; a saúde, a educação e a segurança social estão sob a ameaça de um definhamento sem precedentes.