Share |

Últimas da Região

Abril 20, 2018

O Bloco de Esquerda acusa os sucessivos governos do PS de “falta de estratégia de desenvolvimento dos Açores” e de ter uma “lógica de governação próxima do casuístico mas que, na maioria das vezes, segue a doutrina do desenrasca ou do nicho de votos que se pretende conquistar a cada momento”.

Abril 19, 2018

Não deixou de ser estranha a ausência do Presidente do Governo Regional na assinatura do acordo para implementação dos contratos de trabalho na pesca. Será que Vasco Cordeiro preferiu não ficar associado a uma cerimónia que endeusa a quantia de 150 euros, como salário mensal garantido?!

Abril 19, 2018

O Bloco de Esquerda vai continuar a lutar pela integração efetiva dos mais de 500 professores que estão em situação precária nos Açores – com mais de três anos de contratos a prazo –“que são necessários nas nossas escolas e que esperam e desesperam por que seja feita justiça”. O compromisso foi assumido pelo deputado António Lima, no âmbito do debate de uma petição contra a precariedade dos professores nos Açores.

Abril 19, 2018

No que diz respeito às suas responsabilidades para com os Açores, o Governo da República do PS tem ficado muito aquém do que poderia fazer crer o seu discurso. A um ano e meio de terminar o mandato, as questões centrais para os Açores arrastam-se penosamente, sem solução à vista.

Abril 18, 2018

Falta coragem e vontade política da Secretaria Regional da Educação para dar força e reconhecimento ao projecto Novas Rotas, que propõe a implementação, na escola pública, de uma via para a criação de um espaço inovador e alternativo.

Abril 17, 2018

O Bloco de Esquerda exige garantias de que o novo modelo de atribuição do subsídio social de mobilidade – que está a ser negociado entre o Governo da República e os governos dos Açores e da Madeira – “não vai ser pior do que o atual”, disse o deputado António Lima.

Abril 13, 2018

Conviver e sonhar fora dos ecrãs é muito melhor e pode fazer a diferença.

Abril 13, 2018

Tudo indica que o Governo Regional está decidido a tornar serviços públicos essenciais em núcleo de negócios e de lucro líquido garantido para alguns sectores empresariais, em detrimento do interesse público.

Abril 13, 2018

PS, PSD e CDS, todos eles autointitulados “pais” da liberalização, agora fingem que não tiveram nada a ver com o assunto e assumem-se preocupados com os cancelamentos dos voos da TAP.