Opinião

Para satisfazer interesses da burguesia e de corporações, o governo das direitas, que incentivaram esta burguesia a utilizar as ilhas como armas de arremesso nas suas disputas pelos recursos públicos e pelo reforço do seu poder, tornou-se o governo da burguesia de facto.

A secretária regional dos Assuntos Culturais afirma que se preocupa com o património arqueológico subaquático, mas a falta de resposta ao caso do Porto de Pipas demonstra que só se preocupa com isso quando é para falar de prémios para estratégias que não criou.

Adere ao Bloco

Destaque

Resposta ao esclarecimento do subsecretário regional da Presidência

A Assembleia Municipal de Ponta Delgada aprovou ontem por unanimidade as propostas do Bloco de Esquerda para garantir a execução do Orçamento Participativo para a melhoria das condições do canil de Ponta Delgada e para a criação do plano municipal de prevenção e combate à violência doméstica.

Notícias

O Bloco de Esquerda propõe a criação de uma moratória à mineração em zonas marítimas sob gestão da Região Autónoma dos Açores até 2040 e quer ver concretizado o objetivo de classificação de 30% do mar dos Açores como área protegida até 2023. As propostas foram apresentadas hoje Ponta Delgada, no mesmo dia em que teve início a conferência dos Oceanos da ONU, em Lisboa, e vão ser levadas ao parlamento dos Açores.

O Bloco de Esquerda Faial congratula-se com o lançamento do concurso público para a empreitada de recuperação dos estragos provocados pelo furacão Lorenzo no complexo ambiental de Porto Pim e salienta que o Governo só avançou depois de o Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda ter abordado publicamente este assunto.

O BE/Terceira estranha que no Grande Plano e Orçamento para 2022, da CMPV, não haja qualquer rubrica inscrita para o bem-estar animal, sendo esta uma das competências das câmaras, o que leva a crer que não esteja a ser cumprida a legislação em vigor que determina a realização de campanhas de esterilização de animais.

Num requerimento enviado hoje ao Governo, os deputados do Bloco de Esquerda solicitam os critérios para a referenciação de diabéticos insulinodependentes para este tratamento e o número de dispositivo e consumíveis adquiridos anualmente desde 2017. Os deputados questionam ainda sobre a implementação de uma plataforma na região, à semelhança do que é estabelecido pela Direção Geral da Saúde no continente português, que permita a inscrição dos utentes elegíveis para tratamento e dos seus respetivos dispositivos.

Dossiers

Assina