Opinião

À semelhança do “cobrador do fraque”, há quem, nas Flores, tenha, ao longo dos anos, registado um rol de favores que fez e que agora os esteja a cobrar, sendo a manifestação de apoio à candidatura e o voto, os métodos de pagamento exigidos. Isto é dar argumentos a quem deixou de acreditar na democracia.

O PS e o seu governo perderam ambição e vontade de transformação; gerem a Região como forma a manter uma elite económica bem instalada, ao mesmo tempo que promovem o atropelo dos direitos dos trabalhadores favorecendo uma política de precariedade e baixos salários.

Adere ao Bloco

Destaque

O Bloco de Esquerda assinalou hoje o Dia Europeu Sem Carros com uma viagem simbólica de autocarro na cidade de Ponta Delgada. António Lima, candidato do BE ao parlamento dos Açores, apresentou as principais propostas do partido para o sector dos transportes públicos terrestres: baixar os preços, melhorar horários e rotas e apoiar a transição para autocarros elétricos.

O Bloco de Esquerda nos Açores “é a oposição consistente que pode fazer a diferença nas próximas eleições”, disse Catarina Martins na conferência eleitoral que juntou em Ponta Delgada os candidatos e candidatas do partido nas várias ilhas.

Notícias

A Educação nos Açores “regrediu quase trinta anos” para um tempo em que “não tínhamos professores suficientes nos Açores com habilitação para dar aulas”, disse hoje António Lima, candidato do BE às próximas eleições, que aponta responsabilidades ao Governo do PS, que ao deixar os professores durante longos anos em situação de precariedade, com contratos a prazo, acaba por empurrá-los para fora da Região.

A RTP Açores, no passado dia 11 de setembro, revelou que a Meo Altice, depois de ter ganho um concurso público no valor de 220 mil euros para a digitalização de documentos para a Casa da Autonomia, ao qual correu também a empresa Guia, solicitou a cedência da sua posição ao Governo. Os factos apresentados na notícia levantam suspeitas, no mínimo, de falta de transparência, por isso, o BE exige explicações ao Governo Regional.

O Bloco de Esquerda tem “ideias consistentes, exequíveis e com ambição para mudar os Açores”, afirmou António Lima, primeiro candidato do partido às eleições regionais por São Miguel e pelo Círculo Regional de Compensação. Na entrega das listas, o coordenador regional do partido destacou o facto de o BE ter apresentado listas em todas ilhas, havendo cinco mulheres e quatro homens como cabeças-de-lista. Melhorar a votação de há quatro anos é o objetivo.

Manter o período experimental com a duração de seis meses é permitir que, por exemplo, um trabalhador do sector do turismo, trabalhe de maio a outubro – a época alta – e seja despedido sem receber sequer 1 cêntimo de indemnização, e que esta situação se repita todos os anos. Apesar disso, os deputados do PS impediram a redução deste período para três meses proposta pelo Bloco de Esquerda.

Dossiers

Assina