Share |

“Indemnização da autarquia à UTC daria para pagar serviço de minibus durante cinco anos”

A concelhia de Ponta Delgada do BE/Açores lamenta o desfecho do processo do concurso dos minibus que termina com o pagamento de uma avultada indemnização de 340 mil euros à empresa UTC, valor que seria suficiente para custear o serviço de minibus em Ponta Delgada durante 5 anos, considerando o preço do último ajuste directo.

O BE questiona o papel de "intermediário" da Câmara Municipal na venda dos autocarros da empresa UTC à empresa concessionária do serviço de minibus, a Varela & Cª Lda. Em todo este processo, quem ficou prejudicado foi o interesse público e os munícipes.

No que respeita às alterações ao serviço de minibus anunciadas pelo Presidente da Câmara, José Manuel Bolieiro, o que se conhece pouco ou nada traz de positivo: um enorme e inaceitável aumento no preço bilhete de bordo que passa de 0,35€ para 0,5€, uma subida de 45%, redução de percursos e de paragens. É também incompreensível a opção por um novo ajuste directo, com a agravante que o custo será – segundo notícias vindas a público – mais do dobro do anterior: este custará 75 mil euros por um período de 6 meses, enquanto o último ajuste directo custou 60 mil euros no período de um ano.

Positivas apenas a criação de novos passes mensais e uma intenção de integração com a restante rede de transportes terrestres mas que por enquanto é apenas uma promessa.