Bloco Terceira apresenta pacote de medidas de apoio às famílias e empresas a aplicar pelas autarquias de Angra e Praia

O Bloco de Esquerda desafia as autarquias de Angra do Heroísmo e Praia da Vitória a implementar medidas de apoio às famílias e empresas para dar resposta às dificuldades provocadas pelo aumento do custo de vida.

Considerando que o aumento da inflação está a ter um impacto profundo, particularmente ao nível do aumento dos preços dos bens essenciais, como o gás, a eletricidade e os bens alimentares, a Comissão Coordenadora do Bloco de Esquerda da Terceira defende que as autarquias de Angra do Heroísmo e Praia da Vitória devem fazer um esforço para, com medidas que estão ao seu alcance, e recorrendo, por exemplo, a receitas extraordinárias que terão com o IMT e, eventualmente, com o IMI, apoiar famílias, empresas, IPSS, associações, agentes culturais e pequenos comerciantes.

Assim, o Bloco Terceira propõe o congelamento das rendas residenciais e das rendas dos espaços comerciais que pertencem às autarquias de Angra do Heroísmo e Praia da Vitória até 31 de dezembro de 2023.

Do pacote de medidas proposto pelo Bloco de Esquerda da Ilha Terceira, constam ainda o reforço dos apoios sociais às famílias, um apoio extraordinário às entidades culturais, a manutenção do preçário dos espaços culturais geridos pelo município até final de 2023, passando o acesso aos espaços culturais geridos pelos municípios a ser gratuito para menores de 18 anos, estudantes e maiores de 65 anos também até final de 2023, e ainda a manutenção do tarifário de todos os transportes públicos em 2023.

O Bloco propõe ainda a criação de um vale de compras atribuído a cada munícipe destinado à compra de bens de primeira necessidade – alimentação e higiene, por exemplo – nos estabelecimentos de pequeno comércio do respetivo município.

Share this