Últimas da Região

Janeiro 18, 2024

Alexandra Manes, candidata do Bloco pela Terceira salienta que, apesar “do crescimento exponencial do turismo”, com receitas de milhões, “distribuição da riqueza gerada pelo sector “é muito desigual, porque os trabalhadores continuam a ter contratos precários e ganhar muito mal”.

Janeiro 18, 2024

António Lima acusa o governo de coligação PSD, CDS e PPM de ter ficado “de braços cruzados perante o aumento da inflação”. Para recuperar o poder de compra das famílias, o Bloco de Esquerda propõe o aumento do salário mínimo regional, o aumento da da remuneração complementar e o controlo de margens de comercialização num cabaz de produtos alimentares essenciais.

Janeiro 17, 2024

O Bloco de Esquerda defende que é urgente avançar com a construção de novas creches nos Açores para dar resposta às enormes listas de espera. “As creches são gratuitas, mas só quando existem”, disse António Lima, hoje, numa visita a uma creche no concelho da Lagoa, assinalando que “para centenas de famílias dos Açores esta resposta não existe”.

Janeiro 16, 2024

Os Açores são hoje uma região mais pobre e mais desigual do que quando o governo de direita tomou posse. O Bloco defende uma intervenção de proximidade, o reforço dos apoios sociais, o aumento dos salários e uma visão de futuro para transformar a economia da Região.

Janeiro 16, 2024

Alexandra Manes diz que o governo de direita não resolveu os problemas estruturais da Educação nos Açores: continua a haver falta de funcionários e há muitas escolas a precisar de obras de manutenção.

Janeiro 16, 2024

É necessário ousar mudar, ter a coragem de dar a voz a uma alternativa que possa, de facto, apresentar uma nova perspetiva, com novo fulgor. Em Santa Maria, a isso me proponho.

Janeiro 15, 2024

Para fixar médicos nos Açores o Bloco de Esquerda propõe a criação de incentivos permanentes e que abranjam todos os médicos e adicionalmente a atribuição de um acréscimo de 40% do salário aos médicos que se dediquem exclusivamente ao Serviço Regional de Saúde.

Janeiro 15, 2024

O BE, desde a primeira hora, acompanhou a luta das ajudantes de educação, estando ao lado destas pessoas e continuaremos a estar, a defender a igualdade de condições laborais, na próxima legislatura, das formas mais eficazes para o pretendido.

Janeiro 14, 2024

O governo de Bolieiro caiu porque os resultados são “um desastre no que é essencial”, afirmou António Lima ontem na Terceira. Com o governo da coligação do PSD, CDS e PPM aumentou a pobreza, as desigualdades, o abandono escolar precoce, o subfinanciamento do Serviço Regional de Saúde e a dívida da Região.