Opinião

O Bloco consegue, nos Açores, e pela terceira eleição de âmbito nacional consecutiva, ser a terceira força política, desta vez obtendo o melhor resultado eleitoral de sempre em termos percentuais.

Eu não esqueço que António Costa (e não só), quando vem aos Açores, enche a boca com proclamações de amor à Autonomia mas, na prática e no que diz respeito à vida concreta das pessoas, não só a menoriza, como a negligencia.

Adere ao Bloco

Destaque

O PS rejeitou uma proposta do BE para a criação de uma comissão parlamentar para acompanhar o processo de revisão do subsídio social de mobilidade, tendo optado por aprovar uma proposta semelhante, mas que exclui o acesso a informação relevante e exclui o prazo para apresentação de um relatório final.

Os Açores são a região do país em que as desigualdades sociais são mais acentuadas. Uma situação que é fomentada pelas políticas do Governo Regional do PS, que “fazem crescer o PIB, mas também fazem crescer as taxas de pobreza e a desigualdade na distribuição de rendimentos”. Num debate de urgência realizado hoje no parlamento dos Açores por iniciativa do Bloco de Esquerda, Paulo Mendes, conclui que o proveito deste aumento de riqueza “é só para alguns”.

Notícias

A criação de um Centro de Investigação Internacional para as Ciências do Mar nos Açores, com o estatuto de Laboratório de Estado – proposta que o BE tem vindo a defender há vários anos – é o caminho para “combater a precariedade no sector, tratando os investigadores como pessoas e não como mercadoria”, disse o deputado António Lima hoje no parlamento.

O Bloco de Esquerda considera que a aposta na promoção do emprego e no combate à precariedade laboral são fundamentais para combater as dependências, salientando que o próprio estudo sobre comportamentos aditivos debatido hoje no parlamento aponta a estabilidade financeira como grande fator de proteção perante o consumo de substâncias psicoativas.

Depois de recusar por diversas vezes propostas idênticas do Bloco de Esquerda – a mais recente foi no orçamento para 2017 – o Governo Regional avançou, finalmente, com a extinção da Saudaçor, uma empresa que só serviu para esconder a dívida e a suborçamentação do sector da Saúde.

O Bloco de Esquerda manifestou hoje solidariedade para com todas a pessoas afetadas pelo furacão Lorenzo – que irá condicionar a vida de muita gente durante muito tempo – e considera que a atenção que está a ser dada a este assunto por parte das entidades públicas não pode diminuir até ser reposta a normalidade: “os apoios às pessoas e os processos de reconstrução não podem ficar presos em processos burocráticos e arrastar-se no tempo”, frisou o deputado António Lima.

Dossiers

Assina