Share |

BE alerta para escolas à beira da rutura por falta de funcionários

Muitas das escolas dos Açores “estão à beira da rutura por falta de funcionários”. O alerta foi feito pelo deputado António Lima, hoje, no debate de uma proposta do Bloco de Esquerda que pretendia alterar os critérios de colocação e garantir a contratação de mais auxiliares para as escolas no imediato, já a pensar no próximo ano letivo, até porque as regras sanitárias para um ensino presencial seguro vão exigir ainda mais destes trabalhadores.

Sobre este aspeto, António Lima assinalou que apesar de os Açores não terem casos ativos de covid-19, a pandemia não acabou, e é preciso garantir que o próximo ano letivo arranca com “todas as condições de segurança”.

A proposta do BE – que teve o apoio de todos os partidos da oposição, sendo rejeitada apenas pelo PS – recomendava ao Governo que, num trabalho conjunto com os conselhos executivos, desse resposta às reais necessidades de cada escola através da contração de novos funcionários.

“Basta ir às escolas, falar com pais, professores e alunos, e ver notícias, para perceber que faltam muitos funcionários nas escolas”, disse o deputado do Bloco de Esquerda.

António Lima alertou também para a pressão que recai sobre estes trabalhadores, que “estão exaustos”, recordando que cerca de 40% tem mais do que 60 anos.

O Bloco de Esquerda voltou a criticar o recurso do Governo Regional a programas ocupacionais como forma de usar “mão-de-obra barata para dar resposta a necessidades permanentes das escolas”.

Estes trabalhadores ao abrigo de programas ocupacionais desempenham um papel fundamental para o funcionamento das escolas, e deviam, por isso, ter um contrato de trabalho, em vez de estarem inseridos em programas que se devia destinar a formação.

Ainda sobre os critérios para definição do número de funcionários de cada escola, a prova de que estão totalmente desajustados da realidade é que, mesmo havendo mais do dobro dos funcionários a que os atuais critérios obrigam, continuam a ser poucos trabalhadores para as reais necessidades.