Share |

BE condena desinvestimento do Governo no desporto jovem com voto de protesto

 

O voto de protesto do Bloco de Esquerda contra o desinvestimento do Governo Regional no apoio financeiro ao desporto para os jovens deixou mais uma vez o PS isolado no parlamento, tendo sido o único partido a votar contra. O BE denunciou e condenou os cortes que as associações e entidades desportivas têm sofrido nos últimos anos, dando como exemplo o caso da Associação de Futebol de Ponta Delgada, que, em três anos, sofreu um corte de quase 50% nos apoios da Região.

A deputada do BE alertou para os efeitos nefastos desta política desportiva do Governo Regional: “O desinvestimento na formação desportiva atinge, em primeira linha, as crianças e jovens, porque comprometem os recursos humanos técnicos essenciais à formação e limitam a componente competitiva, levando mesmo ao cancelamento de iniciativas competitivas, mas também tem “consequências, apesar de indirectas, na economia das ilhas mais pequenas”, nomeadamente na área da restauração, hotelaria e transportes.

Zuraida Soares considera que “o Governo Regional não pode, nem deve, alicerçar a sua política desportiva no desinvestimento e na sua desresponsabilização, ao atribuir aos clubes e coletividades a responsabilidade pelos efeitos da falta de recursos, quando, simultaneamente, exige total reconhecimento pelo mérito da sua política desportiva”.

A deputada do Bloco de Esquerda criticou ainda o apoio do Governo Regional a uma iniciativa desportiva – organizada por uma empresa privada – destinada a crianças, mas que, descaradamente, visava a obtenção de lucros através da chantagem sobre os pais das crianças participantes. Isto porque, no momento da entrega de prémios, as crianças vencedoras receberam um cartão que informava que receberiam o respectivo prémio se os pais fossem clientes.