Share |

Berta Cabral quer limitar a Democracia

 

Na senda de um discurso populista e demagógico, vem agora Berta Cabral defender a redução dos actuais 57 deputados para 39 ou mesmo menos.

Quer voltar ao tempo em que a Assembleia Legislativa dos Açores só tinha dois partidos representados. Quer voltar ao tempo - de forma ainda mais drástica - em que milhares de cidadãos/ãs não se sentiam representados, através do seu voto, na Casa da Democracia Açoriana. Quer voltar ao tempo das gritantes faltas de proporcionalidade que desvalorizavam o voto de milhares de Açorianos/as.

Em suma, Berta Cabral quer limitar a Democracia e diminuir o poder de fiscalização da Assembleia Legislativa dos Açores, impedindo a representação do voto de milhares de Açorianos/as.

Estranhamos que, só agora, em vésperas de eleições, Berta Cabral e o PSD/Açores tenham despertado para os gastos sem justificação da Administração Regional, pois, ao longo dos últimos quatro anos, votaram contra todas as propostas do Bloco de Esquerda que garantiam a sua diminuição.

O Bloco de Esquerda/Açores tudo fará, como até aqui tem feito, com propostas concretas, para combater os gastos desnecessários, o compadrio, a corrupção e as rendas para amigos e, nessa luta, estará ao lado de todos/as que o queiram fazer.

Contudo, a nossa oposição será radical no corte à Democracia.