Share |

Decisão do Governo Regional de pagar subsídio de férias no Verão dá razão a proposta do BE

 

O Bloco de Esquerda saúda a decisão que o presidente do Governo Regional acaba de anunciar, relativamente ao pagamento do subsídio de férias aos funcionários públicos dos Açores já no próximo mês de Julho. Esta decisão contraria as posições manifestadas quer por deputados do Grupo Parlamentar do PS, quer pelo próprio executivo regional, há algumas semanas atrás, no plenário de Maio, aquando da discussão de uma proposta do Bloco de Esquerda para que este pagamento fosse efectuado durante o mês de Junho.

O Governo Regional, pressionado pelos sindicatos e outros parceiros sociais, incluindo todos os partidos da oposição – que manifestaram apoio à proposta do BE desde a primeira hora – acabou por perceber que esta era uma decisão estritamente política e que a Região tinha poderes para a tomar, independemente da decisão do Governo da República, que só vai efectuar o pagamento destes subsídios no mês de Novembro.

Ainda na passada sexta-feira, num requerimento entregue no parlamento, o Bloco de Esquerda questionou o Governo Regional sobre a data de pagamento do subsídio de férias nos Açores, considerando que o pagamento no momento legalmente correcto – em Junho – daria “algum alívio aos orçamentos familiares e individuais dos/as trabalhadores/as da função pública regional, ao mesmo tempo que propiciará alguma recuperação do seu poder de compra – com base na melhoria de rendimentos –, num período fulcral para uma maior reanimação económica, como é o Verão”.