Share |

Voto de saudação pelo dia internacional da Mulher

 

O Dia Internacional da Mulher é celebrado desde 1911. Hoje celebramos o centenário desta luta, com a consciência de que muito existe, ainda, para denunciar e transformar.

Neste dia devemos reafirmar a nossa memória colectiva, evocando a conquista dos direitos políticos, económicos e sociais já alcançados pelas mulheres mas, sobretudo, evidenciar o muito que ainda está por fazer, relativamente às inadmissíveis discriminações a que continuamos a assistir. 

A violência contra as mulheres assume diversas formas, entre as quais a violência social (que condena as mulheres a múltiplas formas de segregação), a violência profissional (que resulta da maior dificuldade de acesso a determinadas funções e da discriminação salarial), bem como a violência física e psicológica perpetuada, maioritariamente, em contexto doméstico.   

Hoje, como há cem anos, a luta contra qualquer tipo de violência, contra as mortes, contra a discriminação no direito ao trabalho e pelo salário igual, contra a dependência económica, continua a estar no centro das reivindicações.    

Na Região Autónoma dos Açores, tal como no resto do mundo, celebrar o Dia Internacional da Mulher é verificar que continuam a ser quase exclusivamente as mulheres as provedoras dos cuidados às crianças, aos idosos, aos doentes e às pessoas com deficiência; é constatar a sobrecarga de trabalho, fora e dentro de casa, que sobre elas quase sempre recai.

Celebrar o Dia Internacional da Mulher é celebrar todas as mulheres que, diariamente e ao longo dos anos, continuam a resistir a inúmeras situações injustas e indignas, ainda enraizadas e praticadas em pleno Séc. XXI.

Celebrar o Dia Internacional da Mulher é assumir a responsabilidade da luta pela igualdadede oportunidades, a luta pela abertura de um espaço que, potenciando as suas diferenças, permita a igualdade de género - luta de mais de um século, mas longe de estar concluída.  

Assim, o Bloco de Esquerda/Açores propõe a esta Assembleia Municipal um voto de Saudação à Mulher e, em especial, a todas as mulheres Açorianas pelo seu contributo na luta pela igualdade de género.